segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Wish It Were You – Capítulo 16

(Seu nome) narrando.
                Continuei a encarando, Demi parecia pensar. Ela mexia no cabelo, um sinal que estava nervosa e não sabia o que falar. Talvez, conversar não seria uma má ideia mesmo. Demi tinha muita coisa para me explicar. Mas, mesmo assim, eu iria matar essa tal de Larissa.
- Demi... – chamei, ela me encarou. – O que você quer falar?
- Esqueci. – disse Demi, dando um sorriso torto.
- Como você se esquece do que quer falar? – perguntei, soltando um risinho.
- É que a roupa que você está usando não está ajudando muito. – disse Demi, apontando pra mim, mas precisamente para as minhas pernas.
A roupa de dormir que eu estava era realmente curta.
- Ok, vou tomar um banho. Trocar de roupa e nós conversamos. Pode ser? – perguntei.
- Eu vou esperar lá na sala. – disse Demi, e eu concordei.
                Demi caminhou para a saída do quarto, rebolando. Não pude deixar de reparar na sua big bunda. É, eu precisava de um banho bem gelado. Corri para o banheiro e fiz minha higiene matinal. Meus olhos ainda estavam inchados devido à noite mal dormida, e ao choro. Vesti um short jeans branco, uma blusa quadriculada. Calcei um all star meu que estava na casa de Lari.
- Pronto, agora podemos conversar. – disse, me sentando no sofá a sua frente.
- Primeiramente, eu não estou namorando o Wilmer. Nem saindo com o Wilmer, muito menos noiva do Wilmer. – disse Demi, rapidamente. – Eu não sei o porquê dele ter confirmado um relacionamento que não existe. Ele é apenas o meu amigo, um bom amigo. Quando eu mais precisei, ele estava lá por mim. E sobre as fotos, a gente passa um bom tempo juntos mesmo, mas como amigos. Ele me acompanha em eventos, e a minha mãe gosta muito dele, por isso ele foi passar o natal conosco.
                Ela realmente parecia bem sincera. Eu nunca gostei do Wilmer, e nunca vou gostar. Acho que eu sempre tive ciúme da proximidade dele com ela, e principalmente, dele namorar-la. Era isso. Demi parecia insegura, como uma criança que tinha se perdido da mãe no supermercado.
- E eu já falei com a Nikki. Ela esclareceu tudo para a impressa. – continuou Demi, me entregando o seu celular. Peguei o mesmo e vi que estava aberto em uma pagina.
               
Assessora de Demi Lovato acaba de negar, em coletiva de imprensa, o namoro/noivado da cantora com o ator Wilmer Valderrama. Segundo ela, Demi está se concentrando para a sua nova turnê e seu novo cd. A cantora, que está no Brasil, afirmou também que está sim comprometida com uma pessoa, mas que não seria Wilmer.

- Uau. – pigarreei, tentando absorver tudo o que ela havia me dito e tudo o que eu havia lido. – Você nunca foi de falar sobre a sua vida pessoal para a imprensa.
- Momentos desesperadores merecem atitudes desesperadas. – disse Demi, sorrindo. – Estamos de bem agora?
- Não. – disse, e ela arqueou uma sobrancelha. – Eu tenho que te pedir desculpas, agi por impulso. Não deixei você se explicar... Eu fiquei com muito medo de te perder, sou muito insegura. Eu precisava pensar. Sou uma idiota.
- Amor... – interrompeu Demi, me fazendo parar de falar. – Você fala demais.
                Quando notei Demi já estava sentada no meu colo. Deixei o celular que eu estava na mão cair no sofá. Ela colocou as suas mãos no meu pescoço. Sua respiração se misturou com a minha. Fechei os olhos, estava totalmente rendida.
Coloquei as minhas mãos na sua cintura, colando ainda mais os nossos corpos. Senti os seus lábios quentes tocarem os meus. Começou como um selinho, mas logo ela pediu passagem com a língua. Separamos com três selinhos, mas continuamos de testas coladas.
- Estava com saudades disso. – disse Demi. Sorri.
- Mas só foi um dia. – brinquei.
- Ta vendo o que você faz comigo? Foi um dia que pareceu uma eternidade. – disse Demi.
- Isso soou muito clichê, amor. – brinquei, sorrindo.
- Foda-se. – respondeu Demi.
- Olha a boca, garota. – respondi. Ela gargalhou, jogando o pescoço para trás.
                Não perdi tempo e comecei a distribuir beijos, e chupões pelo seu pescoço. Demi mordeu o lábio inferior. Girei nossos corpos no sofá, e me deitei em cima dela. Demi colocou a mão debaixo dela, e tirou o seu celular dali, o jogando em um lugar qualquer. Beijei Demi novamente, nossos línguas dançavam. Nosso beijo emitia desejo, gritava pelo corpo uma da outra. Desci uma das minhas mãos para a sua coxa, dando leves apertões lá. Demi suspirou entre beijo.
                Separamos-nos e eu tirei sua blusa, em uma velocidade incrível. Posicionei, estrategicamente, a minha perna entre as suas pernas, perto da sua intimidade. Dava pra sentir o quanto ela estava excitada, dava para notar que ela estava “molhada”. E eu não tinha começado a fazer nada, ainda.
                Desci os meus beijos pela sua barriga, ás vezes, dando pequenos chupões no caminho. Afastei-me um pouco de Demi, e ela gemeu em repreensão, desabotoei o short jeans que ela estava usando e joguei no chão. Demi sorriu grandiosamente com o meu ato. Voltei aos beijos e com muita destreza ela tirou meu short. Sentei em cima da sua intimidade, rebolando ali, enquanto tirava lentamente a minha blusa.
- Preciso sentir você. – disse Demi, com a voz arrastada. O que me deixou mais excitada ainda.
                Deslizei uma das minhas mãos pelo seu corpo, a fazendo se arrepiar com o meu toque. A outra mão foi parar na abertura do seu sutiã, que logo se juntou ao resto das roupas que estavam no chão. Sorri ao ver-la assim, seus seios rosados e perfeitos.

Demi Lovato narrando.
                Cada toque dela me deixava louca, transmitia amor, desejo. A sua boca passava por todo o meu corpo, pescoço, seios, barriga. Uma das suas mãos massageava um dos meus seios, enquanto chupava o outro. Minha calcinha estava molhada, assim como a dela. A sua intimidade roçava na minha me fazendo gemer. Finalmente, ela desceu as mãos para lá. Ela começou a beijar o tecido e retirou o mesmo com a boca.
- V-vai logo, amor. – disse, já ofegante.
Ela deu um sorriso e me penetrou com dois dedos. Começou a fazer movimentos de “vai e vem” ali. Fechei os olhos com mais força, gemidos começavam a escapar da minha boca. Não tinha controle. Ela parecia gostar daquilo. Os gemidos, que mais estavam para gritos, saiam abafados. (Seu nome) aumentava cada vez mais a velocidade de seus dedos. Não iria aguentar mais, iria gozar.
                Ela tirou os dedos de dentro de mim e eu gemi em reprovação. (Seu apelido) tomou meus lábios em seguida com um beijo de tirar o fôlego, enquanto colocava os meus cabelos, que estavam suados, no canto do meu rosto. Quando o ar se tornou preciso novamente, ela voltou para o meu pescoço. Uma das suas mãos foi novamente para a minha intimidade. Ela estimulava o meu clitóris com o dedão. Dei um gritinho quando senti sua língua me penetrar. Minhas pernas começaram a tremer, minha respiração ficou mais ofegante, não resisti mais e tive um orgasmo. Senti aquele liquido escolher pela minha perna, que estava bamba. (Seu apelido) chupou um pouco do meu gozo e me olhou sorrindo.
A puxei pra mim e selei nossos lábios em um beijo. Separamos-nos e eu deitei a cabeça no seu peito, seu coração estava acelerado. Ela brincava com os meus cabelos enquanto eu estava ainda de olhos fechados, fazendo desenhos imaginários na sua barriga.
- Eu te amo, amor. – sussurrou (seu apelido).
- Eu te amo mais. – disse, e abri meus olhos, a olhando. Os olhos dela brilhavam, assim como os meus. – Você me deixou cansada.
- Depois você me recompensa. – disse (seu apelido), rindo. – Eu vou cobrar.
Me aninhei mais a ela e acabei dormindo.

NA: Tuts, tuts, sexo de reconciliação. Ainda to meio insegura sobre os hots, eu acho que eles não ficam bons. Me ajudem! Deem sugestões, me digam como melhorar. Adoraria conversar com vocês, pra quem tiver twitter o meu é dlovatosex. Apareçam por lá. Comentem 

15 comentários:

  1. ain me subiu um calor aqui, Gaby minha linda de morrer serio to no calor depois q li esse hot u.u vou toma um banho gelado e ja volto hahahaha...
    amore me desculpe por não comentar os outros capitulos que alias ficaram perfeitos!, não deu pra mim entrar no blogger esse fim de semana :c mas agr to aqui u.u, pfvr continue, ta PERFEITO u.u
    cara vim aqui visitar seu imagine, li os capitulos q eu n tinha lido, ai pensei " sera q ela postou? ela comentou no meu agorinha" atualizei a pagina e bingo vc atualizou u.u
    (primeira a comentar, DIVEI)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Omg. kkkkkkkkk uhuuu \õ/ Consegui fazer um hot (eu acho). Não tem problema Dani, comente quando você puder. kdhnekndew Awwn, que fofa. Morri com esse teu *DIVEI*, gostei dele kkkkkkk Obrigada minha gata super poderosa <33

      Excluir
    2. Omg. kkkkkkkkk uhuuu \õ/ Consegui fazer um hot (eu acho). Não tem problema Dani, comente quando você puder. kdhnekndew Awwn, que fofa. Morri com esse teu *DIVEI*, gostei dele kkkkkkk Obrigada minha gata super poderosa <33

      Excluir
  2. A Demi ficou desesperada mesmo , assumindo que estar em um relacionamento para impressa. uhul ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ela ta gostando mesmo da "seu nome" kkkkkk

      Excluir
  3. Esse hot deu ate calor kkk

    ResponderExcluir
  4. hot super perfeito <3

    ResponderExcluir
  5. Quero mais um já haha

    ResponderExcluir
  6. Eu estou tão viciada na sua fic que parei no meio da rua em um ponto de wifi pra ver se você tinha atualizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Omg. Sério??? Awwn, fico muito feliz que você goste dela. Eu ainda to super insegura com ela, mas é bom saber q vocês estão gostando. Obrigada. <33

      Excluir