sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Wish It Were You – Capítulo 11

(Seu nome) narrando.
                Cada um foi para os quartos indicados. A bagunça continuou lá embaixo. Eu não ia conseguir fugir por muito tempo da Larissa, ela ia surtar quando soubesse que eu estava “ficando” com a Demi.
- Você está brava? – perguntou Demi, depois de um tempo em silencio. Já estávamos no quarto.
- Hum... Tem essas roupas para você vestir. – disse, mudando de assunto. – E o banheiro é ali.
- Obrigada. – disse Demi, dando um sorriso forçado.
                Demi foi para o banheiro. Respirei aliviada, a verdade é que sim, eu estava chateada. Mas não tínhamos nada, ainda. Deitei na cama e me ajeitei lá. Peguei o celular, que eu tinha colocado na mesinha do lado da cama, e mandei uma mensagem para o Bru, dizendo para ele me encontrar às oito da manhã. Rodrigo aquele horário já devia estar acordado, então eu falaria com ele e pediria para ele cuidar das meninas.
- Tomara que der tudo certo. – disse, em voz alta. Repreendi-me mentalmente em seguida, a Demi podia ter escutado.
                Minutos depois ela volta para o quarto, já de banho tomado, e, vestida. Mordi meu lábio inferior, aquela roupa tinha ficado perfeita nela. Aquelas curvas, aquela bunda... Respira (seu nome).
- (Seu apelido)? – chamou Demi, me tirando do transe que me encontrava.
- Oi? – perguntei.
- Nada... – disse Demi, deitando ao meu lado. – Você ainda não me respondeu... Ta brava?
Droga, merda, e todos os outros xingamentos que existem no mundo. Ela tinha que lembrar? O que eu ia falar?
- Não, era só uma brincadeira, lembra? – menti. Droga.
- Anham. – concordou ela, um pouco triste.
- Vou dormir, até amanhã Demi. – anunciei, me virei para o outro lado.
- Boa noite. – respondeu Demi, me abraçando por trás. Sentia-me estranhamente segura assim. – Desculpa. – disse ela, sussurrando, enquanto roçava o nariz no meu pescoço.
Arrepiei-me com o toque. Será que ela sabia o poder que tinha sobre mim? Ela era capaz de me enfeitiçar com apenas um olhar, me fazer render apenas com um toque. Eu a amava. Sorri com a constatação. Dormi em meio a esses pensamentos.
(...)
“I am strong, but love is evil
It's a version of perversion that is only for the lucky people”
                Acordei com o meu despertador. Sendo mais exata com “Hit me like a man”, minha música favorita de The Pretty Reckless. Tateei o meu lado com a mão, ainda de olhos fechados. Encontrei embaixo do meu travesseiro e desliguei. Estava preparada para voltar a dormir, quando Demi se mexeu, foi quando eu lembrei... Tinha que arrumar tudo pra hoje. Olhei no celular e já eram sete e meia. Demi estava com a perna em cima da minha, os seus braços envolviam minha cintura, me puxando pra sim. Seu rosto estava perto da curva do meu pescoço, eu conseguia sentir a sua respiração. Droga, ia precisar de um banho gelado.
                Tirei a mão dela da minha cintura cuidadosamente e ela se mexeu, virando para o outro lado. Ainda bem que ela não acordou. Corri para o banheiro e tomei uma ducha rápida, peguei mais uma roupa minha que havia ali, um short jeans e uma blusa branca básica. Arrumei o cabelo em um coque.
Antes de descer olhei para Demi. Ela dormia de forma tão serena e encantadora. Eu a amava, e como amava. O jeito dela sorrir me deixava boba. Me aproximei e dei um beijo na testa dela, que sussurrou alguma coisa que não consegui entender e continuou a dormir. Fui para a cozinha cantarolando, Bru só podia estar lá.
- Isso aqui está uma bagunça. – disse, fazendo Bruno se assustar. – O Rodrigo vai ter que rebolar pra limpar isso tudo.
- Você tem razão. – concordou Rod, me abraçando. – Bom dia, pequena.
- Pequena? Pequena é uma ova, Rodrigo. – disse, e ele riu. – Mas enfim, preciso que você cuide das meninas por mim... Vou ter que sair. Quando elas acordarem leve-as pra minha casa, ok?
- Como você é mandona, garota. – reclamou Rod. Fiz biquinho. – Tá bom, eu faço isso por você. Mas você fica me devendo uma, ok?
- Obrigada, eu te amo. – disse, o abraçando. Rodrigo disse um: “sem exageros”. Separei-me do abraço. – Vamos logo Bru, para de comer.
- Ai, isso ta tão bom. – disse Bru, enquanto devorava um sanduíche.
                O puxei pelo braço e peguei uma maça. Bruno reclamou e Rodrigo apenas riu. Iríamos arrumar tudo, e se ficasse do jeito que eu imaginava, ia ser incrível.

Demi Lovato narrando.
                Acordei apalpando o lado onde (seu nome) tinha dormido. Estava vazio. Bufei frustrada. Cocei os olhos e me levantei. Fui até o banheiro e ela também não estava. Resolvi tomar um banho, vesti a roupa que ela usava no dia anterior. Era mais confortável que a  minha fantasia da noite anterior, e o melhor, tinha o cheiro dela.

- Bom dia. – disse, assim que cheguei à sala. Estavam Dallas, Rodrigo, Larissa e Abraão. – Cadê a (seu apelido)?
- Ela saiu com o Bruno. Pediu pra cuidar de vocês. – disse Rod. Olhei para Larissa, que só balançou a cabeça, como se falasse que não sabia pra onde ela tinha ido. – O almoço está chegando e depois eu vou deixar vocês em casa.
Balancei a cabeça, concordando. Estava curiosa demais para pensar em alguma coisa. E estava com ciúmes... Vai que esse Bruno desse em cima dela. Droga! Ficamos ali, todos, conversando, quer dizer, só respondia o que me perguntavam.
(...)
                Chegamos à casa de (seu nome) e Dallas foi direto pro banheiro, trocar de roupa. Ela estava com a fantasia do dia anterior. Mamãe e Maddie vieram me perguntar como tinha sido a festa... Uma espécie de interrogatório. Depois de respondidas as perguntas, fui para o quarto.
- Você não sabe pra onde ela foi? – perguntei, assim que Dallas voltou.
- Não Demi, eu não faço ideia. – disse, sincera. – Agora me conta sobre vocês.
- Sobre a gente? – indaguei e ela assentiu. – Bom... Ela é tão especial, digo, ela é tão linda, engraçada, ciumenta, fofa... Awn.
- Você sabe o que eu acho? – perguntou Dallas, balancei a cabeça negando. – Você está completamente apaixonada.
- Como? – perguntei.
- Você acabou de falar “awn” enquanto descrevia-a, e a sua cara de desespero de ontem quando ela sumiu e a Larissa contou da história da piscina... Você parecia que ia surtar. – disse.
Será que ela tinha razão? Ai meu Deus.
- Vamos mudar de assunto. – pedi e ela gargalhou.
                Continuei conversando com Dallas, mas não tocamos mais no assunto “seu nome”. Maddie se juntou a nós também, eu amava aquela pirralha.  E assim a tarde se passou. Tava começando a ficar preocupada, ela não chegava nunca.
- Cheguei. – disse (seu nome), entrando no quarto. Dei um pulo, colocando as mãos na cintura. Dallas olhava a cena divertida, enquanto Maddie me olhou assustada.
- Aonde você estava? Fazendo o que? E o melhor, com quem? – perguntei, sem nem ter tempo de pensar. Quando eu vi já tinha falado tudo aquilo, ela me olhou com uma sobrancelha arqueada e um sorriso sapeca.
- Eu estava... Vamos sair? Tenho uma surpresa pra você. – disse (seu apelido), ainda sorrindo.
- Pra mim? – perguntei enquanto a acompanhava rumo ao closet. Fechei a porta assim que eu passei. – O que é?
- Surpresa não se pode contar, mocinha. – disse ela. Fiz bico. – Não adianta fazer essa carinha.
- E se eu fizer isso...
                Aproximei-me dela, e a puxei pelo braço, fazendo nossos corpos colidirem. Ela fechou os olhos e sorriu. Dei um selinho no canto da sua boca. Logo em seguida dei um selinho demorado, que se transformou em um beijo. Ela colocou a sua mão nos meus cabelos, enquanto eu mantinha as mãos na sua cintura.
- Demi... É surpresa. – sussurrou ela, entre beijo.
                Fiz como se fosse me afastar dela, mas ela me puxou para mais um beijo. Droga, essa mulher iria me deixar louca.
- Estava com saudades disso. – disse (seu nome), quando nos separamos, estávamos com as testas “coladas”.
- Não se comam ai dentro. – disse Dallas, batendo na porta.
- Vai se lascar Dallas! – disse.
- Vamos nos arrumar, Demi. – (seu nome) me chamou, enquanto pegava uma roupa a sua frente.
- Ok. – murmurei.

NA: Amores, i'm back. Tava com um bloqueio chato. Desculpa ter sumido, enfim, espero que ainda estejam ai e me desculpem. Provavelmente não vai dar pra postar todo dia agr tbm, mas prometo não demorar. Beijos :*

6 comentários:

  1. aeeee minha gatinha voltou u.u e amei o despertador ao som de the pretty reclkess haha ansiosa para o proximo amore ♡♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeee! \õ/ Voltei sim Dani. kkkkkkkkkk TPR é muito perfeito. E a Taylor então? Muito gata. kkkkkkk vou postar logo. Bjos :*

      Excluir
  2. Aaaaai ansiosa pro próximo capítulo, vc é perfeitaaa *-*

    ResponderExcluir
  3. Posta mais, por favor

    ResponderExcluir